Ibiporã (PR) - 18/12/2018

DRZ patrocina livro feito por alunos de escola municipal de Ibiporã sobre Aquífero Guarani


Alunos da escola municipal de Ibiporã, autores do livro, encantaram no lançamento da obra.


Vice-prefeito, Beto Baccarin, Representante de consultoria ambiental, professora Josilaine e Agostinho de Rezende no lançamento livro.

Conhecer para proteger. Com esta percepção, a professora Josilaine Amancio Corcóvia, da escola municipal Professora Vera Lúcia Pansardi Casagrande, de Ibiporã (PR), desenvolveu uma pesquisa com alunos do 4º ano para que conhecessem de perto o Aquífero Guarani. Durante seis meses as crianças visitaram aterros, estações de tratamento de esgoto e de água. “Elas não sabiam nem de onde a água vinha, e quando descobriram que é subterrânea e tocaram na água que sai a 38º graus, ficaram surpresas e encantadas”, diz. A experiência desenvolveu um espírito de proteção do manancial e resultou no livro “Aquífero Guarani – Um tesouro escondido”, lançado no último dia 7. A DRZ patrocinou a obra.

"A DRZ está entre as melhores empresas do Brasil na formulação de ferramentas estratégicas de gestão para preservação do meio ambiente, atendendo diversos municípios do país, inclusive Ibiporã. Uma empresa desta magnitude, participar de um projeto de formação de crianças, de uma pequena escola, mostra o seu real comprometimento com a preservação ambiental”, afirma Alberto Baccarin, vice-prefeito de Ibiporã.

O diretor-geral da DRZ, Agostinho de Rezende, esteve presente no lançamento do livro. “Uma das etapas importantes dos planos voltados para  preservação do meio ambiente, que elaboramos no país todo,  é a educação ambiental das comunidades, e nossa experiência nestas ações nos autoriza a dizer que atuar com crianças, preparando-as para a preservação do meio ambiente, é o processo mais eficiente. Por isso, para nós da DRZ é uma satisfação muito grande ver um município, para o qual nós elaboramos o Plano Municipal de Saneamento Básico, assumindo esta responsabilidade, por meio de uma inciativa como a deste livro. Isso é de extrema importância.”

MAIS NOTÍCIAS