Rondonópolis (MT) - 29/05/2018

População discute ações para saneamento básico, em audiência pública realizada pela DRZ.


Moradores deram suas sugestões sobre ações para universalização do saneamento básico.

Para a universalização e melhoria dos serviços de saneamento básico, o Município de Rondonópolis (MT) deverá implementar, em 20 anos, 146 ações, com valores estimados em R$ 938.657.041,64.  A equipe DRZ apresentou os dados, que fazem parte do PPA do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), aos moradores em audiência pública.  O promotor do Ministério Público Estadual, Ari Madeira, destacou a importância da participação da população. “A realização desta audiência pública é a oportunidade de a população e o poder público estabelecerem metas para o acesso a serviços de boa qualidade, atendendo às necessidades da população para decidir quando e como garantir evoluções para os serviços de saneamento básico”.

A diretora geral do Sanear e presidente do Conselho Municipal de Saneamento Ambiental (COMSAN), Terezinha Souza também falou sobre o envolvimento da sociedade na construção do PMSB. “Foi feito todo um planejamento para o sistema de abastecimento de água, em virtude do crescimento da cidade. Em relação ao esgotamento, drenagem urbana, temos que planejar, realizar grandes obras e obter recursos. Mas com o engajamento de toda a sociedade, alcançaremos melhorias significativas para o saneamento de Rondonópolis.” O gestor da DRZ, arquiteto e urbanista Agenor Martins Júnior, explicou que os participantes da audiência deram suas sugestões sobre as necessidades de cada eixo do saneamento.

MAIS NOTÍCIAS