Rio Grande da Serra (SP) - 02/03/2018

Levantamento aponta 220 mil m² de área construída não cadastradas. Atualização será lançada em IPTU deste ano

Em Rio Grande da Serra (SP), 220 mil m² de área construída referentes a 1.600 imóveis não estavam sendo lançadas na cobrança de IPTU, devido à desatualização dos dados cadastrais. A correção já será feita nos carnês do imposto deste ano. "Esta distorção foi identificada no levantamento aerofotogramétrico, no qual comparamos as áreas identificadas na fotografia aérea, com os dados registrados no cadastro imobiliário", explica o gestor de Geotecnologias da DRZ, Anderson Aguiar. A equipe DRZ está dando continuidade à adequação e atualização da base cartográfica, atualização do cadastro imobiliário urbano, revisão da Planta Genérica de Valores, Estruturação e Implantação de SIG - WEBGIS.

É mais uma prefeitura sendo atendida pela DRZ com as tecnologias para cidades inteligentes desenvolvidas por sua empresa Maptriz.

Para estes serviços estão sendo empregadas as soluções:

SMART PGV  e SMART CTM

MAIS NOTÍCIAS