Munhoz de Melo (PR) - 08/12/2017

Revisão da PGV vai permitir ajuste em lançamento de IPTU em 134%, em 4 anos.


"O importante é que o contribuinte e a comunidade saiam ganhando", diz vice-prefeito Áureo Gomes.


Anderson Aguiar, gestor da DRZ, apresenta nova PGV em audiência pública.

Nova Planta Genérica de Valores (PGV) de Munhoz de Mello foi aprovada por moradores. Até 2021, lançamento de IPTU deverá aumentar em 134%. Com isso, Município melhora sua receita, mas também corrige distorções como a do imposto de Marcos Scarati, que era de R$ 750,00 e caiu para R$ 570,00. “A gente ouve que vai só prejudicar a população, mas não é assim”, diz.   

Com a revisão da PGV, elaborada pela DRZ, o aumento de ITPU será escalonado em 4 anos, sendo de 35%, em 2018, 12,5%, em 2019, 11,1%, em 2020 e de 20%, em 2021. Com isso, o Município passará dos R$ 268.158,80, lançados este ano, para R$ 628.620,69, em 2021. "O objetivo é fazer com que o contribuinte saia ganhando e, ao mesmo tempo, ter mais recursos para saúde, educação, esportes", diz o vice-prefeito Áureo Gomes.

A equipe DRZ apresentou a nova PGV para a população, em audiência pública final. "Foi uma apresentação muito bem boa, a realizada pela DRZ, todos fizeram os questionamentos que queriam e puderam tirar suas dúvidas", diz o vice-prefeito. O próximo passo é aprovação na Câmara de Vereadores. “A população foi bem esclarecida e saiu satisfeita da audiência pública”, diz o presidente da Câmara, Claudemir Mendes.

MAIS NOTÍCIAS