Nova Santa Rosa (PR) - 20/07/2017

DRZ apresenta diagnóstico do saneamento em audiência pública


Diagnóstico do PMSB foi apresentado para a população.

As condições dos serviços de água, esgoto, resíduos sólidos/limpeza urbana e drenagem de Nova Santa Rosa foram apresentadas para a população em audiência pública do diagnóstico do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). A equipe DRZ realizou a coleta de dados dos quatros eixos do saneamento básico e identificou as potencialidades e fragilidades. Uma das principais deficiências é a do esgotamento sanitário. O município não conta com o serviço de coleta e tratamento dos 197.344 m³ de esgoto gerados anualmente.

No eixo de resíduos sólidos, um dos desafios a serem vencidos é equilibrar receitas e despesas. Hoje, o déficit de R$ 457.941,53 ao ano, além da ausência de atendimento da área rural, tanto da coleta domiciliar quanto seletiva. No eixo de drenagem, é preciso ampliar a rede que hoje é de 21,4 km, enfrentar problemas com alagamentos, enxurradas e erosão. No eixo de abastecimento de água, o diagnóstico apontou como principal deficiência, perdas estimadas em 38%, tanto por vazamentos quanto por ligações irregulares e hidrômetros antigos.

Os pontos fortes de cada eixo também foram identificados. No abastecimento de água estão existência de reservatório de 500 m³, perfuração de mais dois poços, baixa inadimplência. No esgotamento sanitário, estão: projetos e planejamento para instalação de rede, Estação de Tratamento de Esgoto, interceptores e Estação Elevada de Esgoto. No eixo de drenagem urbano, entre as potencialidades foram identificadas: relevo favorável, existência de 54,7% de drenagem. No eixo de resíduos e limpeza urbana, há pontos favoráveis, como: mão de obra própria. Agora a equipe trabalha no próximo produto do Plano: Prospectiva e Planejamento Estratégico.

MAIS NOTÍCIAS