Pitanga (PR) - 14/11/2016

Atualização de PGV foi concluída, de acordo com capacidade contributiva da população.

Depois de 10 anos, a Planta Genérica de Valores (PGV) de Pitanga (PR) foi revisada. Com os valores atualizados, o lançamento de IPTU, que hoje é de aproximadamente R$ 1,8 milhão, deverá ser de R$ 5 milhões. ”Tivemos cuidado com esta atualização para não punir o contribuinte”, explica o secretário de Governo, Valter Pereira. O gestor da DRZ Carlos Dobes afirma que este novo valor corresponde à 70% do valor de mercado. “Fizemos todo o trabalho necessário para identificar qual o valor atual, mas na hora de aplicá-lo fizemos a adequação à capacidade contributiva da população. Por isso, não é possível aplicar os 100%. ”

O secretário de Governo de Pitanga explica que com a incrementação da arrecadação de impostos, haverá mais recursos para aplicar nas demandas essenciais da população, como educação e saúde. “Este recurso também será importante para folha de pagamento dos servidores públicos. ”  Com a revisão da PGV, as distorções na cobrança dos impostos são corrigidas, o que é a base da justiça fiscal.

Como empresa de tecnologia, a DRZ desenvolveu todo o processo de simulação de cálculo da nova PGV em WebGIS, que foi disponibilizada para a administração pública verificar os valores simulados lote a lote, identificando as maiores divergências. Dobes destaca ainda que para fazer esta revisão, a DRZ primeiro fez a conversão da base cartográfica com adequação dos dados disponibilizados pelo Município. “O sistema WebGIS ficará disponível até o final do contrato”, afirma Dobes.

MAIS NOTÍCIAS