Caso não esteja visualizando corretamente esta mensagem, acesse este link.
Se não deseja mais receber este informativo, envie um e-mail para news@drz.com.br com o assunto "cancelar news".
Junho 2017
DRZ leva sua tecnologia para maior evento de smart city da América Latina

A DRZ Geotecnologia e Consultoria foi parceira do maior evento de cidades inteligentes da América Latina: o Smart City Business America Congress & Expo. Foram três dias muito produtivos, nos quais a empresa participou de rodada de negócios, recebeu em seu estande empresas e gestores do Brasil e da América Latina interessados em conhecer a plataforma de gestão inteligente de serviços, a Maptriz - Smart City, participou do painel "Plataformas para Smart Cities." O evento foi realizado pelo Instituto Smart City, em Curitiba, de 22 a 24 de maio e reuniu CEOs, gestores, empresas privadas e públicas.

A plataforma desenvolvida pela DRZ foi muito procurada pelos participantes do evento por apresentar um conjunto de elementos que permitem ao gestor público implantar uma governança inteligente dos serviços de sua cidade. No painel “Plataformas para Smart Cities”, o diretor geral da DRZ, Agostinho de Rezende apresentou o funcionamento da Maptriz e explicou os passos necessários para o gestor interessado em colocar seu município na era smart city.

“Esta é uma realidade da qual nenhum gestor tem como se desvencilhar mais. A questão agora é encontrar as soluções que podem ser aplicadas de forma intuitiva, descomplicada, que automatize processos, com redução de custos e melhoria da qualidade de vida para os cidadãos. E é isso que a Maptriz oferece”, diz Rezende. O gestor de TI da DRZ, Erick Macedo, destaca que o caminho é focar em soluções simples e inteligentes, que possam ser aplicadas de imediato. 

 

 

 

"O debate foi bastante aprofundado sobre a realidade atual do Brasil e da América Latina na implantação do conceito de cidades inteligentes, os desafios que temos pela frente, as soluções já desenvolvidas e os caminhos que devem ser seguidos para novas tecnologias”, diz Rezende.